30 de jul de 2011

A surpreendente velocidade na descida da serra no Tour do Rio


Por Leandro Bittar, de Teresópolis

A subida foi seletiva, mas a descida da Serra de Teresópolis também foi um desafio para os ciclistas. Ao menos dois sofreram seriamente: José Eriberto (Padaria Real/ Caloi/ Sorocaba) e Antônio Nascimento (Funvic/ Marcondes Cesar/ Pinda) perderam o traçado e foram parar for a da estrada.

Ao mesmo tempo, muitos ciclistas usaram o downhill para imprimir grandes velocidades. Entre eles, Gregory Panizo (DataRo/ Foz do Iguaçu). Conferimos os registros nos ciclocomputadores de alguns deles e o resultado foi surpreendente, principalmente, Renato Seabra, que superou a casa dos 100 km/h.

ler matéria completa no link: http://prologo.uol.com.br/